Dança, dança
Como dança o tempo
Nesse passo de nunca passar
Ah, pudesse eu saber
Onde você está

Seria essa a Quinta Estação?

Aquela em que já não há flores
Já não faz calor, nem frio
Não há rumores
Céus silenciados, nada além de mim
Imerso em mim
Alheio a leis e sóis, a sós
Um tempo quieto
Em que tudo se refaz

E os sonhos são reais

E nessa dança o vento
Me sussurra uma canção
Não solta minha mão
Não solta minha mão

Passa, passa
Como passa o tempo
Nessa dança de tanto dançar
Ah, pudesse a gente
Sempre se desencontrar

Seria essa a Quinta Estação?

Aquela em que tudo se esquece
O dia rompe a noite
Nada permanece
Céus feitos à mão, e eu além de mim
Imersa em tudo
Avessa à calma, à paz, a nós
Um tempo vivo
Em que tudo se desfaz

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct