Eu te vi no alto do teu castelo de areia
Dissolvi eu de grão em grão
No sol que nos queima
(o brilho da onda é que fala por mim)
Solidão , quase natural, me sinto mais forte
Um bebê fugindo do mar,
Rir é seu esporte
(o beijo da onda é quem fala...)
Lucidez, o céu se abriu: nele que mergulho
Surfo lá, sem prancha
Nem dois pingos de saudades
(os braços da água...)
Duas poças e os pés partindo
Pro mar em busca do nada
Só um espelho verde...
Só... dois pés de milho verde
Só... um bebê bem feliz
Só... a bandeira e o vento
Só... uma tarde sem fim

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct