Atrás do tempo
Vou correndo, sorrateiro
Pra ver se chego primeiro
Pra poder me acomodar

Mas, o meu tempo
É mais veloz que uma bala
E não faz nenhuma escala
Que é pra eu não me ultrapassar

Além de tudo
Já que o tempo não espera
Como todo mundo erra
Eu também errei demais

E os meus erros
Afinal, me atrapalharam
Meus caminhos, desviaram
Fui ficando para trás

Mas, a derrota
Também traz ensinamentos
Hoje eu sinto por dentro
A certeza de chegar

Com muita raça
Pra enfrentar qualquer parada
Conhecendo a minha estrada
Não tem jeito de errar

Com minha fé
Vou sentar lá na varanda
Na descanso do balanço
Eu vou poder viver em paz

Olhar pra ela
E relembrar nosso passado
E dizer que os maus bocados
A gente não passa mais

Olhar pra ela
E relembrar nosso passado
E dizer que os maus bocados
A gente não passa mais

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct