Ela falou
Que nada foi do jeito que ela planejou
Que nada tava do jeito que ela sonhou
Ela falou que a vida tava sem amor

Me confessou
Que ela desandou quando o bicho pegou
Que nem olhou pra trás e que nem se tocou
Que o tempo perdido não volta depois

Ela dizia que o mundo era dela
E que nada com ela ia acontecer
Ela jurava que a luz da janela
Brilhava pra ela aparecer
Na tarde dos ventos e do sol que arde
Que tudo se acabe
O mundo era dela, e ela de quem?
Ninguém sabe

Tempo passou
E ela nunca mais foi quem um dia foi
Se descobriu, sumiu foi por um dia ou dois
Pessoas conheceu, lugares visitou

E então voltou
Com as lembranças de quem muito já chorou
E se lembrou de um sonho que não acabou
E mergulhou na vida como sempre quis

Ela dizia que o mundo era dela
E que nada com ela ia acontecer
Ela jurava que a luz da janela
Brilhava pra ela aparecer
Na tarde dos ventos e do sol que arde
Que tudo se acabe
O mundo era dela, e ela de quem?
Ninguém sabe

Ela dizia que o mundo era dela
E que nada com ela ia acontecer
Ela jurava que a luz da janela
Brilhava pra ela aparecer
Na tarde dos ventos e do sol que arde
Que tudo se acabe
O mundo era dela, e ela de quem?
Ninguém sabe

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct