Photo of the artist Gangrena Gasosa

Centro do Pica-Pau Amarelo

Gangrena Gasosa


Na caverna da Cuca
Se trabalha pro mal
Uma porta para o inferno
No Sitio do Pica-Pau
Mãe Cuca é feiticeira
Um demônio encarnado
Esse lagarto é a danação
Pior do que eu o Diabo
Olha a maldição
Do Rompe Mato e Curupira
O mal tá entranhado
Nesse inferno caipira

Ela tem um capeta no seu caldeirão
E um demônio aprisionado dentro de um garrafão
Sacrifica o Rabicó em nome de Omulú
Emília Pomba-Gira é uma boneca de vodú

Anastácia é poderosa nos trabalhos de umbanda
E nas macumbas mais sinistras
é vovó Benta quem manda

Beber marafo num chifre tirado do Minotauro
E queimar numa fogueira o Sabugo que é viado
E quem vem lá no bambuzal?
É o moleque Pererê
Matar Pedrinho e Narizinho
Eles vão virar Erê
Na cabana do Barnabé todos vão se consultar
Sob as cores do arco íris Satanás foi habitar

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct