Eu diria sinto muito
Se por acaso lamentasse
Mas não troco meu churrasco
Por um monte de alface

A carne pinga sangue
O copo cheio de cerveja
É a maneira mais sincera
De curtir a natureza

Entenda a necessidade
De resistir a essa frescura
Desde o tempo da caverna
A gente come carne crua

Não quero nem saber se é cruel ou vulgar
Da minha carne mal passada eu não resisto sem lutar
Porque é preciso defender nosso lugar
Reinando soberano na cadeia alimentar

Entre presa e predador
O caminho é muito claro
É claro que eu vou prefiro
Ser o rei dos dinossauros

Não queria ofender
O pessoal na natureza
Então controle essa overdose
De delicadeza

Não quero nem saber se é cruel ou vulgar
Da minha carne mal passada eu não resisto sem lutar
Porque é preciso defender nosso lugar
Reinando soberano na cadeia alimentar

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct
Written by: Adriano Papa / Angelo Arede / Minoru Murakami · This isn't the songwriter? Let us know.
Sent by Angelus
Did you see an error in the lyrics? Send us your correction.