A Saudade Me Mata Aos Poucos

Gilberto e Gilmar

A saudade me mata aos poucos
Quem eu amo me abandonou
De que vale eu ter tanto dinheiro
Se não tenho comigo esse amor.
Ai, esse amor, ai esse amor..!

Dei pra ela um pouco de tudo
Tudo aquilo que pude dar
Mesmo assim essa ingrata mulher
Resolveu me abandonar
Ai, me abandonar, ai, me abandonar..!

Hoje eu vivo no mundo sozinho
Cultivando essa desilusão
Sou um pássaro triste sem rumo
Abraçando a cruel solidão
Ai, a solidão, ai, a solidão..!

Meu destino é tão triste e ingrato
Leva a vida somente a chorar
Já perdi so senhor muitas vezes
Para um dia ela regressar
Ai, regressar, ai, regressar..!