Noite de Abandono

Gilberto e Gilmar

vistas 2

A noite passada foi mais uma noite
Que passei sem sono
Mais uma das tantas noites de abandono
Meu Deus como é triste uma noite assim

Contei os cigarros até que fumei
Dois maços e meio
Foi mais uma noite que você não veio
Só eu sei dizer o quanto foi ruim

De lápis em punho rabisquei rascunhos
Quase sem proveito fui fazendo versos
A torto e a direito e assim a noite
Foi chegando ao fim

Talvez por despeito fui fazendo rimas
E jogando fora
Somente guardei a que eu canto agora
Para lhe pedir que tenha dó de mim