Eu me perdi de mim
No primeiro instante, eu sucumbi
Eu me desfiz de mim
No primeiro toque, eu me dissolvi

Encanto que não tem fim,
Fascínio que não tem fim,
Feitiço que não tem fim,
De guarda baixa, eu sucumbi

Eu sucumbi, enfim
À sina de que eu não posso fugir
Eu sucumbi, enfim
Recolha as cinzas feitas de mim

Castigo que não tem fim,
Domínio que não tem fim,
Entrega que não tem fim,
De guarda baixa, eu sucumbi

Golpe fatal
Para o qual
Você tem o meu aval
Dez tropas de execução
Enfileiradas
No meu encalço,
Sem estardalhaço,
Um passo em falso
E eu sucumbi

Queda livre em um fosso de elevador

Irracional, alheio, sem qualquer pudor
Dentes cravados no meu objeto de amor
Ninguém me disse, eu mesmo vi
De guarda baixa, eu sucumbi

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct