O Cabral Fugiu Para Espanha

José Afonso

vistas 177

Ele que só nos trouxe a maior miséria encontra-se a pagar a sua vilania num exílio vergonhoso em terra de Espanha.
Provou-se que o povo tinha razão. E provou-se também que a unidade de todos os cidadãos há-de levar de vencida essa corte corrupta e indigna.
Temos de exigir medidas revolucionárias ao nosso governo. Não podemos permitir que o Duque de Palmela, o nosso ministro, continue nas mesmas águas turvas do Costa Cabral. Se não é capaz de tomar medidas que sirvam o povo, que vá para lá outro.

Aprende Rainha aprende
Mede bem o teu poder
Tu dum lado o povo d´outro
Qual dos dois há-de vencer

O Cabral fugiu p´ra Espanha
Com uma carga de sardinha
Com a pressa que levava
Nem disse adeus à Rainha

Viva a Maria da Fonte
Ve com esporas de prata
A cavalo na Rainha
Com o Saldanha á arreata

O Cabral queria ser rei
A mulher quer ser rainha
Foram-se os Cabrais embora
Só ficou a Luisinha

O Cabral fugiu para Espanha
Já lá vai para a Galiza
Com a pressa que levava
Nem disse adeus à Luisa