Photo of the artist Karina Buhr

Solo de Água Fervente

Karina Buhr


Solo de água fervente
sob meus pés descansa
imaginando que a moça sobre a água dança
com os pés cansados
e calos na mente
a água não sente o que a perna cansa

Algo não compassa agora
que o mesmo caminho é outro
e em minha cabeça um pouco
da falta que em nada é escassa.

Algo em minha cabeça
que passa, que é longe e é oca
não fala na tua presença
que é pouca, não rói, nem disfarça.

Agora o que passa é nada
a falta é pouca e ruim
o gosto que dói na boca
é pouco e não dói em mim.

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct