Domingo Sangrento Em Itapuã

Libera O Badaró


Sim… Badauê…

Nas notícias não consigo acreditar,
Não posso fechar meus olhos
e fazer isso apagar…

até quando?
até quando vamos cantar tal canção?
até quando, 'té quando...
Esta noite... podemos ser apenas um,
Esta noite...

Garrafas quebradas nos pés de crianças,
Nas ruas sem saída eu vejo as matanças.
Não ouvirei o chamado pra batalha,de todo esse mundo
Isso bota minhas costas de costas pra muralha.

Domingo, sangrento domingo,
Domingo, sangrento domingo,
Domingo, sangrento domingo.

E a batalha apenas começou,
Há muitos perdidos, mas diga, quem ganhou?
A trincheira cavada em nossos corações,
Separados à força, mães, irmãs e irmãos

Domingo, sangrento domingo,
Domingo, sangrento domingo.

até quando?
até quando vamos cantar tal canção?
até quando, 'té quando...
Esta noite... podemos ser apenas um,homen
Esta noite...seremos felizes para sempre
Domingo, sangrento domingo,feliz
Domingo, sangrento domingo,feliz.

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct