Juro dessa vez, com você não brigar
Me amolar, desmiolar
É insensatez, cada vez que voltar
Novas leis, formular

Não se usa a agulha, sem o dedal
Saiba que para o dedo, pode vir a ser fatal
E se não der pé, eu não perco o chão
E contra a maré, remar não vou mais
Agora eu aprendi, que o ser
Pra ser feliz é ser, aquela comunhão

Somar, subtrair, crescer
Multiplicar, colher, a bela divisão

Submit Translation Add to playlist Size Tab Print Correct