views 49

Linhas Tortas

Marina Lima


Sombras no crepúsculo
Céus de porcelana na sua voz
Sentimentos amplos com varanda
Pro interior

Sonho de veludo, para-quedas
Vem me acordar
Luz neon da tua vaidade
Lua minguante sem parar

Cansei
De ter que ler amor nas entrelinhas
Não sei
Mas vou pensar

Abalone de indefinidas
Cores na manhã
Pétalas e espinhos ferem
Borboletas com o mesmo afã

Cansei
De ter que ler amor nas entrelinhas
Não sei
Mas vou pensar

Nas lágrimas que me fecham portas
O amor que escreve certo em linhas tortas

Sinos que desdobram
Lirios enjaulados
Num bouquet
Velas que derretem
Igrejas de açucar cantam parabéns

Cansei
De ter que ler amor nas entrelinhas
Não sei
Mas vou pensar

Submit Translation Add to playlist Size Tab Print Correct