Ônibus lotado, buraco no meu sapato
Meu bolso tá furado, essa é a minha sina
Fazer papel de otário, salário atrasado
Meu lanche tá estragado, puta que paril!
Eu só tô me fudendo em toda a minha vida
Enquanto eu vejo os outros rindo de minha cara
Um dia eu me revolto e isso vai mudar
Arrumo uma arma e o bixu vai pegar
Por que o ser humano chega ao seu limite
E um dia em desespero perde a consciência?
Depois que todo sangue tiver pela calçada
O ônibus queimando, você vai me entender

Me chame de animal!
Tenha medo de mim!

Eu quero condições de me sustentar
Eu quero condições de me divertir
Mas o que eu ganho?
Porrada na minha cara
Me chamam de safado, sõ vão me reprimir
Você pensa estar longe, no seu apartamento
Mas pouco a pouco você vai perceber
Leia no jornal, assista na tv
Eu estou mais perto, mais perto de você
Na sua faculdade, vizinho no seu bairro
Garoto classe média, o que te faz tremer
Então é bom agora descruzar seus braços
E aprenda por si mesmo a se defender

Me chame de animal!
Tenha medo de mim!

Aquela boa alma virou um animal!
Aquele lindo anjinho virou um assassino!
Agradeça á policia, agradeça aos politicos
Você é mais uma mãe que está perdendo um filho!

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct