Instinto Subversivo

Naruk


Minha rebeldia ultrapassa
As barreiras do tempo
Onde o caos
É o reflexo da ignorância
O espelho convexo
Da historia distorcida
Vista aos olhos nus
De uma criança

Minha inocência
Foi corrompida
Diluída em partículas
De promessas não cumpridas

Não quero ser politizado
Mas sinto que já fui contaminado
Pelas suas falsas
Idéias moralistas

No sereno não me vejo
Meu encanto perde o brilho
Quero cores que preencham
Este mundo tão vazio

Onde tudo é imperfeito
Sobrevivo de ilusão
Precisamente impreciso
Sou todo, todo, todo subversão

Submit Translation Add to playlist Size Tab Print Correct