Eu fulano
Filho de ciclano
Atordoado pela vida que Deus me deu
Meu pretérito imperfeito
A soma de todos os medos
Este sou eu
Eu um bastardo criado na rua
Por algum motivo penso que a culpa
A culpa é sua

Magnífica selva de pedras
Onde o capitalismo é covarde
E deixa a todos estarrecidos
Com as suas atrocidades

Tem gente esbanjando fome
E vontade de trabalhar
Tem gente correndo de um lado pro outro
E que sabe perfeitamente aonde quer chegar

E a corrupção
Este seu blá blá blá me deixa frustrado
Desligue a sua televisão
O mundo nunca foi quadrado
E vem ver o sol nascer e se pôr
Da janela do meu quarto

Vamos botar fogo no país do futebol
Vamos botar fogo no distrito federal
Vamos botar fogo nos palácios
Do planalto central
Do distrito federal
No pavilhão nacional
Mas por favor não me interprete mal
Mas nem tudo por aqui é sempre igual
E hoje é dia de carnaval
Dia de carnaval
E hoje é dia de carnaval

Jamais haverá ordem
Enquanto não houver um progresso
Jamais haverá um progresso
Enquanto não houver uma nova ordem

Submit Translation Add to playlist Size Tab Print Correct