Há um rapaz que anda lá na escola
Que por ser lindo e tocar viola
É o ídolo, das raparigas

Passam-lhe desenhos a tinta-da-china
Trazem-lhe bolos da cantina
Ele leva-as, com duas cantigas.

Fazem-lhe os trabalhos de casa
Deixam-no copiar
Se ele chega tarde vão falar
À stora p'ra não marcar falta

Dão-lhe prendas do bom e do melhor que há
Perfumes caros vejam lá
Se isto não é de enfurecer o resto da malta

(Refrão)
Ele é o rei (ié ié éé é ié ié)
É o rei, lá do liceu
Mas eu cansei (ié ié éé é ié ié)
Pode ser rei mas não o meu

A Maria que vai p'ra psicologia
Disse-me noutro dia
A sua opinião

Que por traz da raiva ao tal rapaz
Eu tenho por ele
Uma grande paixão

Não estou de acordo
Sempre fui sempre serei
Contra os caprichos deste rei
Não sou do género de encostar, a cabecinha (encosta a tua cabecinha)
Alguém como ele se comigo quisesse namorar
P'ra se redimir, p'ra se curar
Tinha de tratar-me como uma rainha

Refrão

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct