vistas 22
Foto del artista Orlando Morais

Agora pode ser agora ou nunca mais
Embora você nunca saiba o que quer
Pensar que estou cansado, já esperei demais
Pensando bem, acho que agora é quando eu quiser

Tá vendo aquela porta logo ali?
Pois é, vai dando o fora, nem me diga adeus
Só hoje vejo o tanto que sofri
Sofrendo eu encontrei o que você perdeu

A tal felicidade escura do Leblon
Seu egoismo foi que me ofereceu
A solidão é triste, mas pra mim foi bom...
Na noite linda eu me senti mais eu

A lua de óleo diesel foi quem me explicou
Que o tempo não é remédio e nem cura a dor
O sofrimento é um sentimento iluminador

Que esquecer é elegante, sedutor
Mas meu coraçãozinho é esmagador
Comando, comandante deste gerador

Que gera o meu romance, a minha ficção
Os meus domínios cada vez mais claros
Que eu tenha. de verdade, total condição
De expor, sem medo sentimentos raros

De te encontrar e nem querer falar
Deixar o sentimento rolar bem sincero
A boa educação, às vezes, é tão má
Às vezes você já partiu e ainda diz "te espero"

Saber viver foi sempre um grande dom
Deixar no seu caminho, seu tamanho exato
Saber crescer e enxergar o que é bom
Quando a felicidade deixa de ser fato

A lua de óleo diesel foi quem me explicou
Que o tempo não é remédio e nem cura a dor
O sofrimento é um sentimento iluminador

Que esquecer é elegante, sedutor
Mas meu coraçãozinho é esmagador
Comando, comandante deste gerador