Pra onde me ausentarei do Teu espírito?
Como de Tua face fugirei?
Se subo ao céu lá estás
No abismo mais profundo Tu estás também

Se pelas asas da alvorada rumo eu tomar
E pelos mares me deter
Ainda lá Tua mão me guia
Tua destra ainda me sustém

És o senhor
Que conhece minhas palavras antes do falar
Que formou o meu interior ao me criar
Deus de gloriosas obras, sempre perto estás
Sempre perto estás

Por onde quer que eu vá
Tu me sondas e conheces todo o meu pensar
Tu me cercas e jamais me abandonarás
Mesmo se eu tentar me esconder de Ti
Vais me encontrar, por onde quer que eu vá

Quão preciosos para mim Teus pensamentos são
E tantos para se contar
Se fossem grãos de areia
Contaria sem jamais chegar ao fim

És o senhor
Sabes os meus planos, sonhos em meu coração
Me conduz pelo caminho eterno pela mão
És maravilhoso, Deus da minha salvação
Da minha salvação

Por onde quer que eu vá
Tu me sondas e conheces todo o meu pensar
Tu me cercas e jamais me abandonarás
Mesmo se eu tentar me esconder de ti
Vais me encontrar, por onde quer que eu vá

Por onde quer que eu vá, por trás e adiante
Por onde quer que eu vá, me cercas todo instante
Senhor, vem me sondar pelo caminho eterno
Me guiar, me guiar

És o Senhor
Que conhece minhas palavras antes do falar
Que formou o meu interior ao me criar
Deus de gloriosas obras, sempre perto estás
Sempre perto estás, por onde quer que eu vá

Por onde quer que eu vá
Tu me sondas e conheces todo o meu pensar
Tu me cercas e jamais me abandonarás
Mesmo se eu tentar me esconder de Ti
Vais me encontrar

Por onde quer que eu vá
Tu me sondas e conheces todo o meu pensar
Tu me cercas e jamais me abandonarás
Mesmo se eu tentar me esconder de Ti
Vais me encontrar, por onde quer que eu vá

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct