Custa ver-te assim dançar
Como ave sem bando
Sem ninguém a quem se dar
Que só de ver rodopiando
Quase faz doer o olhar

As rosas têm ciúme
Se tudo à volta se ergue
Em rendida salvação
Mas diz-me para que serve
Dançares só para ti essa canção

Venho acordar-te do sono de narciso debruçado
Sobre o lago surdo cego mudo e quedo
Olha para mim
Sou a serpente no jardim

Tens direitos de rainha
Não queres saber de nada
És poder em toda a linha
Mas beleza imaculada
Não toca em fibra minha

Vou picar em ti o meu ferrão
Com geleia de Cupido
Vais aterrar no chão
Provar o amor sabido
E morder o pó da paixão

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct