Quando eu era vocalista
Nos meus tempos de conjunto
Eu nem tinha má figura
E nem desafinava muito

O nando era o baterista
E o baixista era o berto
Nunca entravam no tempo
Mas mantinham o ritmo certo

O mingos de fato e camisa
E colarinho engomado
Dava murros no farfisa
Quando ficava empolgado

Na parelha das guitarras
O lau e o quim perfume
Quando o quim fazia um solo
O lau abria o volume

Quando me punha a cantar
Eu tinha desfaçatez
Porque eu não sabia dizer
Uma palavra em inglês

Dessa vez foi sabotagem
O microfone a assobiar
E eu perdido no palco
Sem conseguir afinar

Gerou-se a confusão
Por causa do fio de beque
E eu saí fora do tom
E pus os samurais em xeque
Por causa do fio de beque
Por causa do fio de beque

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct