Sinto te dizer
De todo o tempo já passado
A mascara em teu rosto
Não desmente o calendário
São tantos anos disfarçados
Tantos erros viciados
Lágrimas que rolam
Num retrato amarelado
O sonho da tua juventude
E o remorso da idade
Tão Madura, Tão Madura Idade


O Futuro é sagrado
Ele só a Deus pertence
Há caminhos tortuosos
Há rosas e espinhos
Sua fuga é um atalho
Para os braços do destino

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct
Written by: C.Galvão / Marcelo Hayena / Nilo Nunes. Isn't this right? Let us know.