Quando você nasceu
Eu, agradecido, comprei uma caixa de som
E botei pra tocar tudo quanto é disco
Tudo que é popular
E disseram “que bom! Que bom!”
Vê, é o nosso filho
E ele faz amanhã bem mais que eu e você
Vê no seu destino o sacrifício de

Quem te viu crescer viu que não foi o acaso
Nem foi por descaso meu ou de sua mãe
Quem te viu crescer sabe a palavra certa
Jamais se conserta tamanha ingratidão
Ainda mais pra um homem com a minha educação

Quando você nasceu
Eu, agradecido, comprei uma caixa de som
E botei pra tocar tudo quanto é disco
Tudo que é popular
E disseram “que bom! Que bom!”
Vê, é o nosso filho
E ele faz amanhã bem mais que eu e você
Vê no seu destino o sacrifício de

É, primeiramente nada disso me interessa
O que eu quero é conversa na mesa de um bar
Quem me imaginou como sendo o primeiro
Engana-se mesmo
Só perde por esperar

Não vejo a hora disso tudo se acabar
Não vejo a hora disso tudo se acabar

Quando você nasceu...

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct