Às vezes eu acordo me sentindo um lixo
Mais vazio que o meu coração, só a minha carteira
Não consigo mais me indignar com a política
Nem sei mais do tempo, todo dia é segunda feira

Sempre acumulando obrigações
Que eu sei que não vou terminar
Sempre prometendo, vou mudar
E continuo me sentindo
Um peso morto

Às vezes eu percebo que o tempo tá passando
E eu continuo assim inerte, ao invés
De escrever um livro, um tratado, uma peça
Algo que eu possa me orgulhar
Mas só vivo pelos memes de internet

Sempre acumulando obrigações
Que eu sei que não vou terminar
Sempre prometendo, vou mudar
E continuo me sentindo
Um peso morto

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct