Ponta de raio
Fere a terra quando bate
No raso da Catarina
Valei me Nossa Senhora
Mas eu não corro
Da peleja do combate
Do corte da faca fina
Do riscado da espora

Preparo o bote
No pulo tem que ter arte
No miolo da parada
Valente comigo sobra
No quebra quebra
Sou tiro de bacamarte
Sou estou de boiada
Sou cobra engolindo cobra
No quebra quebra
Sou tiro de bacamarte
Sou estou de boiada
Sou cobra engolindo cobra

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct
Written by: Carlos Moura / Edmundo Cardoso. Isn't this right? Let us know.