Pessoas simples.
Gotas de orvalho.
A vila é tranqüila.
Os jardins bem cuidados.
Plantas e pedras.
Cheiro adocicado.
Os passarinhos e um sol
de sábado à tarde.
Lá pra fazenda
lembranças plantar. Vou jogar o esterco,
ver a história brotar.
Semear o futuro
e o passado arar.
Confiar no inverno
até ao pó retornar.

Submit Translation Add to playlist Size Tab Print Correct