Futuros Alquimistas

Julio Caldas


Já não lembro mais, quanto tempo faz
Desde a ultima bomba
A noite não é mais escura e pro tempo tanto faz
Se a historia foi longa

Apesar de tanto sofrimento,
já não sinto mais seguro
A todo momento
Mesmo estando longe ou perto
É tudo um deserto
Esta chegando a hora
Da dança do ventre

Eu que sou um rapaz jovem e inspirado
Por isso gosto muito
Da dança do ventre
Recordo dos momentos mais especiais
E também dos meninos
Que pensam otimistas
Futuros alquimistas
De um mundo normal

Procure entender a flor e não o aço
Água pra beber do amor não me desfaço
Que venha um herói sua voz soando no espaço
Procure entender a flor
Procure entender o amor
Procure entender o herói

Submit Translation Add to playlist Size Tab Print Correct