Como vai meu Juazeiro?
Quantos anos você tem?
Tô até sentimentado
Com a gamela aqui do lado
Pão até virar vintém

Como vai meu Juazeiro
A saudade sei que vem meu bem
Pode estar aqui do lado
O sertão é meu legado
Eldorado de ninguém

A vida é dura para danar
E não paramos de lutar
Racho o solo, vem a chuva
Molha a terra, brota um pé
De esperança a vingar

Como vai meu Juazeiro?
Quantos filhos você tem?
Num Brasil de Sul a Norte
Se algum bateu com a sorte
Prata fina ele tem

É onça, Ingá e umbuzeiro
Lá no fundo do quintal
Venho até aqui descalço
Pra pegar você no laço
E arrancar seu coração

Sempre viva para amar
No Sertão eu vou ficar
A flor que nasce tão bela
Com o tom de aquarela
Verde vida a caminhar

Submit Translation Add to playlist Size Tab Print Correct