Photo of the artist Rui Veloso

Ninguém Escreve à Alice

Rui Veloso


Era Outono e a tristeza
Caía naqueles lados
Como se dobrassem sinos
Com um toque de finados

O mundo chamava a Alice
E ela sem vontade de ir
Tão cedo para estar amarga
Mais ainda pra cair

Talvez uma só palavra
Talvez uma só missiva
Pudesse mudar a agulha
Dum coração à deriva

Mas o carteiro passou
Nada deixou, nada disse
E o recado não chegou
Ninguém escreve à Alice
Ninguém escreve à Alice

Até que veio o Inverno
Do seu descontentamento
Que lhe enregelou a alma
Com um frio mudo e lento

E uma noite foi para a rua
Com roupas de ritual
Ao longe brilhavam néons
Foi notícia no jornal

Talvez uma só palavra
Talvez um simples recado
Pudesse mudar a agulha
Dum coração desvairado

Mas o carteiro passou
Nada deixou nada disse
E o recado não chegou
Ninguém escreve à Alice

Mas o carteiro passou
Nada deixou nada disse
E o recado não chegou
Ninguém escreve à Alice

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct