Quando a pétala da morte roçar a hora final
Deixo a meus pais
A vida que me veste
Pois lhes devo isto
À mulher que amo
Um coração violado
No pórtico da dor
Aos eternos amigos

Todas as madrugadas em que eu me fiz canção
E para o mundo o trágico fascnio de poeta inacabado
Quando a pétala da morte roçar a hora final

Deixo a meus pais
A vida que me veste
Pois lhes devo isto
À mulher que amo
Um coração violado
No pórtico da dor
Aos eternos amigos
Todas as madrugadas em que eu me fiz canção
E para o mundo o trágico fascnio de poeta inacabado

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct