Tem cor de sol
Traz um sonho raro de sonhar
Faz a lua nova iluminar
Melodias que bordou no mar

Encho os meus olhos d'água
Se a canoa rasga a lagoa derramando o amor
A fermata vira flor, arco-íris tem sabor
Esse moço é só feitiço
Cada fusa cria asas de voar
Com tempo de pousar no meu tom

Vem riscando meu sorriso desde sempre
Vem montado na serpente de repente dá o bote
Chega forte, dá o norte, traz a sorte de presente
Faz o tom do meu país

Vem riscando meu sorriso desde sempre
Vem montado na serpente de repente dá o bote
Chega forte, dá o norte, traz a sorte de presente
Faz o meu final feliz

Tem pôr-de-sol
Tem as cores de um pomar em paz
Milho lôro nos canaviais
Tempestade num sertão lilás
Deixo solto o meu sonho e o vento cauteloso
Pela rua carregando o coração
A fumaça vira som, cachoeira de canção

Essa vida é só surpresa
Cada musa se disfarça pra brincar
Com jeito de luar no meu chão

Vem riscando meu sorriso desde sempre
Vem montado na serpente de repente dá o bote
Chega forte, dá o norte, traz a sorte de presente
Faz o tom do meu país

Vem riscando meu sorriso desde sempre
Vem montado na serpente de repente dá o bote
Chega forte, dá o norte, traz a sorte de presente
Faz o meu final feliz

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct