vistas 19
Foto del artista Vinicius Castro

Pela mulher que te perdoa todo dia
Pelo patrão que te explora a força bruta
E pela vida que te engole em goles rasos:
Quem aqui será contrário à razão que Deus criou?

É pela força que se esvai em doses curtas
É pela raiva que te queima o peito magro
Por tudo aquilo que te prende à lama quente:
Quem aqui será clemente à razão que Deus criou?

Pela gravata, pelo teu itinerário
Pela ganância, pela lógica cristã
Pela bravata e o bom senso do carrasco
Por pelo menos uma lágrima de amor

É pela língua, pela pele e pelo pêlo.
É pelo couro arrancado sem ter dó
É pela brasa que te marca a carcaça
Quem aqui não acha graça da razão que Deus criou?

É pelo solo que se racha ao toque da água
E te lapida em caule seco: alma em pó
Pelas questões de natureza bestial
Quem aqui acha legal essa razão que Deus criou?

Pela chantagem, pelo teu estelionato
Pelo Inato subornando tua visão
Por tudo aquilo que de fato é real
Quem aqui acha normal essa razão que Deus criou?

Em nome da guerra,
Da honra
E de tudo que convém:
Em nome do pai,
Do filho
E do espírito de alguém.

Composición: Danilo Pereira / Vinicius Castro · ¿Este no es el compositor? Avísanos.
Enviada por Vinicius
¿Has visto algún error? Envía tu correccíon.