vistas 25
Foto del artista Vinicius Castro

Bala Perdida

Vinicius Castro


A vida quase sempre me deu porrada
Foi tapa na cara, pernada e até pescoção
Achei a solução: ninguém me cala
Por isso que agora, amigo, comigo é na bala!

É a bala de menta, é a bala de coco
Não tem nada igual
Tem a bala de leite, tem de tamarindo,
Café e até mingau
Encontrada nas lojas do ramo
Tá pra lá de 2 e tal
Mas aqui na mão do camelô vai pagar um real!

A vida inteira eu tive quase nada
Faltava relógio, carteira e pulseira e cordão
Faltou televisão e pai na sala
Por isso que agora, amigo, comigo é na bala

Desculpe incomodar o silêncio de vocês
Mas hão de concordar que vale a pena dessa vez
Senhoras e senhores, eu garanto a qualidade!
É só olhar no verso e conferir a validade!