Mais uma noite fria
Onde as luzes são sombras
O silencia ofende minh'alma

Pelas calçadas descalça você
Corre em minha direção
Nua sob a luz da lua

A noite se completa
Com um velho
Um velho embriagado
A chorar, deitado num
Velho banca da praça

E de repente um tiro
Um tiro no escuro,
Gritos no ar e na vitrola
Aquela velha canção.

Submit Translation Add to playlist Size Tab Print Correct