Me chamam de Macumbeiro
Eu sou o que sou
E nada mais
Só porque eu acendi minha vela
Pedindo para o meu santo
Que nunca deixe meu amor próprio
Ir embora jamais

Ainda me me chamam de candoblezeiro
Eu sou o que sou
E nada mais
Só porque eu acendi minha vela
Pedindo para o meu santo
Que olhe sempre
Pelos os Homens em volta da lata do lixo

Ainda me me chamam de mandigueiro
Eu sou o que sou
E nada mais
So porque eu acendi minha vela
Pedindo para o meu santo
Que ilumine nossas crianças perdidas no escuro

Ainda me me chamam de catinbozeiro
Eu sou o que sou
E nada mais
Só porque eu acendi minha vela
Pedindo para o meu santo
Que leve embora essa dor de cabeça
Ou me traga um ANADOR

É isso ai meu filho
É tanta dor nesse mundo velho
Que só mesmo pedindo uma ajuda, nao tem jeito

Submit Translation Add to playlist Size Tab Print Correct