Ah, como eu queria poder voltar à inocência
A época sublime bem antes da adolescência
Sem maldade na mente sem sentimento de vingança
Sem astúcia, sem malícia, Jesus sem ganância

Arrogância, sem medo, sem mentiras, sem segredos
Consumir o chiclete sem querer saber do preço
Se importa menos com honra e dar valor ao amor
Ter um coração puro sem lugar pro rancor

Olhar pro próximo vê um amigo e não um adversário
Fazer o bem sem olhar a quem sem esperar salário
Dar a outra face e num ficar no veneno
Sentir compaixão dos irmãos que tão sofrendo

Olho pros meus filhos vejo pureza, beleza
Tento imitá-los e vejo as minhas fraquezas
A maldade tá no ar só que num vou me entregar
Ser como uma criança todo dia vou tentar

Eu queria voltar (eu queria voltar)
Eu queria voltar (eu queria voltar)
Eu queria voltar a ser criança
Eu queria voltar (eu queria voltar)
Eu queria voltar (eu queria voltar)
Eu queria voltar a ser criança

Certo ou errado inocente ou culpado
Pra criança tanto faz o amor fala mais alto
Esses dias até tentei pulei amarelinha
O ônix sorria e de mim nada saia

Ser criança num mundo onde a maldade impera
Aonde o homem se mata por poder sem miséria
Imita fera sem medo de ferir ou matar
Deixa o ódio ecoar o amor querem calar

Esses dias vi um pivete se pá uns cinco anos
Tatuagem no braço meu Deus pagando de malandro
Viciado em crack todo sujo mó molambo
Já fazia uma cara que num tomava um banho

Ele tava usando crack, mas eu que tomei o baque
Cena forte, fiquei pasmo quero vê quem reage
Memo assim em seu rosto eu via a bondade
Criança é pura, inocente sem maldade

Eu queria voltar (eu queria voltar)
Eu queria voltar (eu queria voltar)
Eu queria voltar a ser criança
Eu queria voltar (eu queria voltar)
Eu queria voltar (eu queria voltar)
Eu queria voltar a ser criança

Como eu queria voltar à inocência ficar
E nada ser precioso do que a Deus louvar
Quero voltar e os muleque quer avançar
Pegar muita mina e jogar fumaça pro ar

Bom era a época que eu não conhecia os beck
Os palavrão, as rixa, as fissura, os pileque
Nem usar de malandragem pra poder chegar
Quero crescer, mas não quero trapacear

Quero o juízo de hoje e a pureza de antes
Acertar com Deus e não andar como errante
Na malícia ser criança, no juízo homem maduro
Pegar na mão do pai pra poder andar seguro

Quero acabar de brigar e depois abraçar
Quero tirar o tempo pra não me preocupar
Não se mete com as crianças ai de quem abusar
Sei que delas é o reino então quero brincar

Eu queria voltar (eu queria voltar)
Eu queria voltar (eu queria voltar)
Eu queria voltar a ser criança
Eu queria voltar (eu queria voltar)
Eu queria voltar (eu queria voltar)
Eu queria voltar a ser criança

A marra não vai te levar há lugar nenhum
O ódio, o sentimento de vingança, só vão te levar à sepultura
Que saber o que Jesus falou? Quer saber o que o mestrão disse?
Que só os que imitam criança
Que só os que recebem o reino de Deus como criança
Que vivem neste mundo como criança, esses poderão entrar no reino dos céus
Ah, Jesus! Da pra mim um coração de criança
Me ensina a viver neste mundo como criança
Cria em mim um coração pronto pra perdoar, capaz de te adorar, capaz de te adorar

Send Translation Add to playlist Size Tab Print Correct